Como escolher a música para o seu casamento

 As músicas estarão presentes em toda a cerimônia, por isso são elementos fundamentais para um casamento perfeito.

Apesar de encontrarmos dezenas de sugestões de canções para este momento, é importante ter em mente que as músicas que serão tocadas em seu casamento sejam especiais principalmente para vocês (os noivos) e quais são as que não gostariam de ver de fora da cerimônia.

Assim, segue algumas dicas irão ajudar nesta tarefa, lembrando que o intuito não é escolher as músicas por você, mas orientar a melhor forma de fazer esse processo:

Aposte em bons profissionais

A primeira e mais importante dica é apostar em bons profissionais, mesmo que escolha uma banda ou mesmo um.

É fundamental que saiba as referências dos músicos com quem vai trabalhar, já que você não pode arriscar ter furos neste dia tão especial.

Além do que, como são mais experiente que você, eles podem até ajudar na definição do restante do cerimonial.

Você pode optar ainda, em ter um profissional somente para a hora da cerimônia e outro para a festa.

Sendo que, para a cerimônia recomendam-se violinistas, pianista ou até mesmo um coral.

Depois disso, faça um roteiro das músicas que vai tocar durante a cerimônia.

Normalmente, durante o cerimonial, apesar de não se ter uma regra explicita , usam-se mais músicas instrumentais e a seguinte sequencia e quantidade:

  • Uma música para a entrada dos padrinhos: pode ser qualquer música de escolhas dos noivos. Podendo ser músicas de temas de filmes, mais populares e mais leves.
  • Uma para a entrada do noivo: é legal caprichar na música, com tendo certo requinte, mas sem tirar o brilho da
  • Entrada de pajens, daminhas e Floristas: vale a pena apostar em temas de filmes infantis.

A música para entrada da noiva: É hora mais esperada e pede uma música a altura.

Geralmente usa-se a Marcha Nupcial, mas você pode balancear com outras músicas, por exemplo, usar a marcha para anunciar a entrada, mas depois escolher uma música que seja importante para o casal, vai trazer ainda mais emoção para a cerimônia.

Cumprimentos: Esse é o momento mais leve, podendo ser escolhida uma música romântica que esteja na moda, ou que fez parte do namoro.

Saída: é hora da alegria e pede uma música mais animada.

ATENÇÃO: cuidados com as letras músicas, principalmente as que são em outros idiomas.

Atente-se também, para que se a festa for feita na igreja, para que as músicas não soem ofensivas ou desrespeitosas.

É hora da festa ou recepção

(caso irá realizar um casamento simples, sem cerimonial, pule as dicas anteriores)

Pode até parecer fácil, mas muita gente peca na escolha das seleções da música, ou o que é pior, na falta de seleção.

Aliás, este pode ser um dos piores erros para quem estar planejando o casamento, deixar as músicas a critério do músico que você contratou.

Nunca faça isso, não é por não confiar no gosto musical dele, mas não é o seu gosto.

Assim, primeiramente, monte uma lista de músicas respeitando os seguintes momentos:

  • Entrada/ recepção de convidados: escolha músicas leves e não muito altas, é o chamamos de música ambiente.Alguns noivos erram e deixam esse momento em silêncio, o que pode se tornar um tanto quanto constrangedor;
  • Jantar/ Almoço: nessa hora as pessoas estão conversando, mantenha o volume mais baixo também.Você pode apostar em músicas mais românticas, que irão cair muito bem nesse momento.
  • A dança dos noivos: aqui cabem diversos tipos, temos noivos que vão optar pela valsa tradicional ou os mais modernos, que abusam em coreografias diferenciadas.Este momento além de lindo e importante, marca a abertura da balada.
  • Especial: neste momento, o noivo pode surpreender a noiva tocando uma música e cantando, dedicando a ela.Um amigo meu fez aulas de cavaquinho e cantou a música favorita de sua esposa, do Jason Mars, ao vivo.

    Todos ficaram emocionados e choraram junto a ela.

    Vale a pena ser criativo e inovar.

  • Balada: aqui cabe de tudo – tudo mesmo.Normalmente, o DJ ou o próprio Buffet, vai lhe passar uma relação com as músicas (ou estilos) que não podem faltar e os que você não quer que toque.

    Nessa hora é importante variar os estilos o máximo possível, já que seus convidados possuem gostos distintos e é legal tentar agradar a todos.